No geral as pessoas quando estão tristes ou ansiosas, vão em busca de alguma recompensa, a comida acaba sendo um recompensador bastante procurado na tentativa de suprir essa carência. Quando passamos por uma situação que nos dá prazer, nosso cérebro aprende a associar essa sensação para comportamentos futuros, o que nos causa muitas vezes a associação de dois comportamentos, ou seja, estou triste, logo vou comer, para me acalmar, no entanto quanto mais condicionamos esse comportamento mais tendemos a exagerar na ingestão.

O comportamento compulsivo está sempre na busca e procura pela abundância, o excesso, a voracidade parecem ser o único caminho de saciedade, quando comemos de forma compulsiva não analisamos, não raciocinamos, não nos defrontamos com nós mesmos, não pensamos o que estamos sentindo e não nos questionamos com o que está acontecendo, ou seja automatizamos a ingestão sem consciência.

A compulsão alimentar é um transtorno gerado principalmente pela ansiedade e está cada vez mais comum, ela se caracteriza também pelo impulso de devorar comida mesmo quando já estamos saciado, alguns comportamentos podemos estabelecer para conseguir diminuir esse impulso “devorador”.

Dá uma olhadinha nesse vídeo que fiz sobre o tema!

Seguem algumas atitudes para estabelecermos na nossa vida e diminuirmos a compulsão alimentar:

  • Comer concentrado é fundamental, então evite resolver problemas no momento que estiver comendo;
  • Apoie os talheres no prato a cada garfada para dar tempo do nosso corpo compreender o que é saciedade;
  • Coma sempre de 3 em 3 horas, evite ficar desesperado de fome, quando estamos nessa situação tendemos a exagerar a quantidade e não escolher bem nossos alimentos;
  • A diminuição do cortisol pode ser um dos fatores para o comportamento aparecer, ele geralmente ocorre quando ficamos longos tempos sem comer, portanto coma de 3 em 3 horas . Situações de estresse, tendem a diminuir bastante o cortisol, então buscar sempre alguma forma de canalizar o estresse é fundamental, opte por alguma coisa que te dá prazer, se for se exercitando melhor ainda;
  • A diminuição de neurotransmissores como serotonina, pode ser também um dos causadores da compulsão então a prática de atividade física pode ser uma grande aliada, já que ela ajuda a regularizar esse neurotransmissor gerando bem estar;
  • Consumir água durante o dia, além de ajudar na diminuição da retenção hídrica auxilia na questão da satisfação, muitas vezes quando sentimos fome, estamos com sede, pois a mesma região cerebral é ativada quando sentimos fome e sede;
  • A alimentação funcional também é uma ótima aliada, portanto opte pelo consumo alimentos fontes de vitamina B6 e triptofano como banana, salmão, frango, oleaginosas e leguminosas; *

 

*Todas as informações em relação a alimentos contidas no post foram cedidas pela equipe de nutrição do Programa Online Vida Funcional.

Para ver mais vídeos  sobre esse e outros assuntos, acesse o meu canal no YouTube e inscreva-se: www.youtube.com/psicologiadanutricao