Quanto tempo você consegue ficar se olhando no espelho de biquíni ou roupa intima?

Para muitas pessoas que procuram o emagrecimento e não estão felizes com o corpo, se olhar no espelho e ter contato com a própria imagem pode ser um grande desafio, já que não estão satisfeitas com aquilo que se vê.

Quando se está com baixa autoestima o cérebro se condiciona a sempre chamar atenção para tudo aquilo que o indivíduo não está satisfeito, ou seja, muito provável nas pessoas que querem emagrecer, se olharem e focarem naquilo que não gosta, esquecendo-se de características que podem e devem ser valorizadas.

Diante de todas as formas de discurso do culto ao corpo, padrões de beleza influenciadas pela mídia, a sociedade machista e a discriminação com as pessoas que não estão dentro desses padrões. Acontece um fenômeno chamado alienação corporal, mas o que é alienação corporal?

É um sintoma muito comum em quem está acima do peso, que consiste na “Separação mente-corpo”, e afasta o indivíduo de sua consciência (de si mesmo), do controle de seu trabalho ou de seu corpo, trata-se de uma separação de uma parte constitutiva do indivíduo. Isso ocorre quando, há a perda da integração corpo e mente, o corpo está lá, funciona fisiologicamente, mas perdemos o controle sobre ele. Este corpo, estranho ou ausente, engorda, emagrece, executa mecanicamente ações motoras, mas não está incorporado à representação do indivíduo de si mesmo.

ATENÇÃO: Para conseguir emagrecer é importante que você saiba qual a sua atual imagem para que se saiba onde quer chegar, sem ter contato com o corpo

A alienação corporal atinge tanto homens quanto mulheres, mas parece ser estas últimas que mais se sentem insatisfeitas com sua aparência, pois a mulher é muito mais cobrada do que o do homem quando se refere à beleza física.

Nesse sentido, o comportamento das mulheres com seu corpo se divide em um cuidado visando uma maior beleza estética e um cuidado que objetiva uma melhora na saúde. Percebe-se, então, que a mulher está investindo em sua aparência e ao mesmo tempo na saúde, devido tanto a uma necessidade que a sociedade impõe, quanto à busca de um bem-estar pessoal.

Veja esse vídeo que fiz sobre o assunto:

 

 Pode não parecer evidente, mas as relações das mulheres com seus corpos revelam o tipo de identidade que ela está construindo para si, uma vez estabelecida, a alienação corporal progride num círculo vicioso, quanto menos controle o indivíduo tem sobre seu corpo, mais o estranha. O estranhamento evolui para a rejeição que gera negligência. Quanto mais negligenciado for o corpo, mais ele se tornará um fardo e um estorvo ao indivíduo, que mais se afastará de si mesmo do ponto de vista corporal.

A re-apropriação de si mesmo numa ruptura com o padrão de alienação corporal requer um “acordar” do indivíduo, e um esforço para manter-se acordado. Isso se chama disciplina. Acordar do sono da alienação requer desaprender os padrões perniciosos e aprender novos padrões. É para isso que necessitamos de disciplina, para nos desprender dos padrões impostos, e aceitos por nós mesmo que inconscientemente como ideais.

Mas o que fazer para reiniciar a relação com o nosso próprio corpo?

Veja esse vídeo que fiz sobre o assunto:

O primeiro passo é ter consciência do sintoma, é saber que isso realmente acontece. Com ajuda e vontade, o indivíduo percebe que tem o poder de decidir, o que e quando comer de forma racional.

Quanto mais dono e apoderado de si mesmo, mais estes efeitos são potencializados, gerando mais controle (poder sobre si) e assim continuamente. Aumentando sua autoestima e consequentemente seu auto conceito.

O seu corpo é confiável, se você der atenção a ele, ele vai falar o que está realmente precisando.

Aprenda a se comunicar com seu corpo, seguindo essas 5 dicas:

  • Crie um referencial de si mesmo, olhe-se sempre no espelho.
  • Faça que seus momentos com seu corpo sejam momentos de integração, compre sabonetes, cremes que você goste para que o momento do banho seja prazeroso e você desfrute do momento para relaxar.
  • Pratique atividade física, ela é fundamental para criarmos uma consciência corporal.
  • Acompanhe seu emagrecimento com uma peça de roupa ( de preferência aquele vestido que você quer muito caber), desta forma você criará um referencial físico onde ficará mais clara a sua evolução do que apenas se pesar.

 

Lembre-se sempre, é seu companheiro o cuidado com ele é sempre bem-vindo!

Toda semana posto dois vídeos sobre emagrecimento no meu canal do Youtube, inscreva-se: https://www.youtube.com/psicologiadanutricao